Webinar – O que é Cognição Social e o que se entende por Transtorno da Comunicação Social (TCS)?

R$100,00

Investimento: R$ 100,00 (boleto, cartão de crédito ou transferência bancária)

Sobre o Webinar

Objetivo educacional do webinar: proporcionar o conhecimento – dentro dos transtornos do desenvolvimento – sobre definição e caracterização do que seria não somente a cognição social e os TCS (transtornos da comunicação social), mas abrir uma discussão sobre se, dentro dos transtornos do neurodesenvolvimento na infância e adolescência, essa categoria incluiria as várias facetas de um transtorno de linguagem (principalmente da parte pragmática) e do espectro do autismo (TEA). Visto que todos esses quadros alteram a competência social e de comunicação, onde vão essas fronteiras e limites quando se pensa nas abordagens terapêuticas, clínicas e educacionais?

Data: 11/07/2022 das 20 às 22 hs (A aula ficará gravada por 30 dias)

Período de inscrição: 10/06/2022 á 08/07/2022

Público-alvo: Profissionais da Saúde e Educação.

Participação: Online 

Saúde: fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicomotricistas, médicos (pediatras, psiquiatras, neurologistas, etc).
Educação: educadores de ensino regular e/ou especial (pedagogas, psicopedagogas, acompanhantes terapêuticos), educadores físicos, professores particulares de reforço ou de acompanhamento pedagógico, diretores de escola, gestores educacionais, coordenadores pedagógicos, educadores especiais, fonoaudiólogos educacionais, psicólogos educacionais.

Sobre o professor

Drª. Simone Ap. Lopes-Herrera (CRFa 2 – 7764)

Fonoaudióloga especialista em Linguagem pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia. Aprimoramento em Pedagogia Universitária. Mestre e Doutora em Educação e Ciências Humanas. Pós-Doutora em Ensino e Saúde. Professora Livre-Docente em Linguagem Infantil e Fluência e Professora Associada da USP – Campus Bauru.

Serão abordados os seguinte tópicos:

  • Alterações no eixo Neurodevelopmental Disorders (Infancy, Adolescence and Childhood) – Transtornos do Neurodesenvolvimento na Infância e Adolescência que vem desde o DSM-5 (2013), com a inclusão da Social / Pragmatic Communication Disorder (que seria o Transtorno da Comunicação Social – TCS).
  • O TCS se caracteriza por dificuldades persistentes e marcadas na compreensão e utilização da linguagem em contextos sociais, por exemplo, fazer inferências, compreender o humor verbal e resolver significados ambíguos. Estas dificuldades surgem durante o período de desenvolvimento, tipicamente durante a primeira infância e causam limitações significativas na capacidade de comunicação do indivíduo, então onde estão as fronterias entre o TCS e transtornos de linguagem ou até mesmo dos TEA?
  • A comunicação social é a utilização da linguagem em contextos sociais e abrange a interação social, cognição social, pragmática e processamento da linguagem. As habilidades de comunicação social incluem a capacidade de variar o estilo de discurso, considerar a perspectiva dos outros, compreender e utilizar adequadamente as regras da comunicação verbal e não verbal e utilizar os aspectos estruturais da linguagem (por exemplo, vocabulário, sintaxe, e fonologia) para atingir estes objetivos. São necessárias competências de comunicação social para a expressão e compreensão da linguagem, tanto nas modalidades falada como escrita. Portanto, seria o TCS um diagnóstico médico, psicológico ou fonoaudiológico?
  • As competências linguísticas faladas e escritas permitem uma comunicação eficaz numa variedade de contextos sociais e para uma variedade de propósitos e as regras de interação social podem variar de forma significativa entre culturas, comunidades e ambientes físicos, desta maneira a comunicação social e a linguagem tem uma combinação intricada e tudo isso gera um impacto no desenvolvimento de planejamento de uma intervenção ou até mesmo nos planejamentos educacionais. Vamos refletir sobre isso?