Indicações de leitura da Live “Apraxia de Fala na Infância”

Conheça ALGUMAS leituras que não podem passar despercebidas por quem quer saber mais sobre a Apraxia de Fala na Infância.

A Apraxia de Fala na Infância (AFI) é um distúrbio neurológico que afeta a produção motora dos sons da fala, no qual a precisão e a consistência dos movimentos necessários à fala estão alteradas, na ausência de déficits neuromusculares.

A AFI pode impactar de forma muito significativa a vida de muitas crianças, prejudicando sua comunicação e consequentemente o desenvolvimento de habilidades fundamentais como a leitura e a escrita. sendo assim, é imprescindível diagnosticar de forma assertiva e oferecer a essa população o tratamento adequado. O profissional responsável por esse serviço é o Fonoaudiólogo. 

Há uma diversidade de características envolvidas nos quadros de apraxia o que pode ser considerado com um complicador para seu diagnóstico. Além disso, no Brasil, esse assunto é pouco estudado, dificultando o acesso à informação adequada.

Pensando nisso, reunimos uma série de materiais que podem ajudar a o Fonoaudiólogo na construção do conhecimento acerca da AFI. Não deixe de conferir!

1. Childhood Apraxia of Speech – Technical Report

ASHA – 2007

Desenvolvido pela American Speech-Language-Hearing Association (ASHA), o relatório buscou analisar e o histórico de pesquisas e reunir informações úteis para cuidadores, fonoaudiólogos e outros profissionais da saúde. Para dar dimensão da sua importância, o termo Apraxia de Fala na Infância (Childhood Apraxia of Speech, em inglês) foi recomendado e padronizado a partir de sua publicação.

Este relatório aborda quatro perguntas mais frequentes sobre a AFI: (1) É um distúrbio clínico reconhecido? (2) Quais são suas principais características? (3) Como deve ser avaliado? E (4) como deve ser tratado?

Portanto, trata-se de um material imprescindível e amplamente utilizado por profissionais que desejam conhecer mais a respeito da AFI e atuar nessa área.

2. Como tratar a Apraxia de Fala na Infância 

Autora: Margaret Fish – Editora: Pró-fono

O livro pode ser considerado um guia para fonoaudiólogos e clínicos que atendem crianças com AFI, com capítulos também direcionados aos pais. Ele aborda aspectos teóricos, da avaliação e intervenção nesses casos apresentando ainda uma proposta de tratamento para crianças com AFI baseado em evidências. 

3. Instrumentos para avaliação de apraxia de fala infantil

Autoras: Marileda Barichello Gubiani, Karina Carlesso Pagliarin e Marcia Keske-Soares – Revista CoDAS, v. 27, n.6, 2015.

Esse artigo teve como objeto principal revisar sistematicamente na literatura os principais instrumentos para avaliação de fala infantil. O estudo apresenta uma série de instrumentos utilizados nesse contexto, explora os aspectos avaliados em cada um deles e conclui que, ainda que existam instrumentos que se proponham a avaliar a AFI, os estudos sobre esse tema ainda são escassos em nível nacional não sendo identificados protocolos padronizados e validados para a população brasileira que avaliem e ajudem em um diagnóstico preciso. 

Trata-se de uma importante leitura para que busca conhecer mais a respeito do quem tem sido utilizado em termos de avaliação inclusive fora do país. 

4. Elaboração de um checklist para identificação de sinais de Apraxia de Fala na Infância

Autora: Thais Rosa dos Santos – Dissertação de Mestrado. Fonte: teses USP

Essa dissertação, teve como objetivo principal elaborar um checklist para identificação de sinais de AFI. O checklist proposto reúne as características mais prevalentes da AFI descritas na literatura e a proposta é que esse instrumento seja utilizado na triagem de crianças com alterações de fala e linguagem a fim de identificar o risco para a AFI. Vale destacar que a primeira versão do checklist ainda deverá passar por todas as etapas de validação para que possa ser utilizada no contexto clínico. Contudo, o trabalho apresenta um panorama geral da apraxia além de uma definição de suas características mais prevalentes auxiliando assim sua identificação no contexto clínico. 

5. Adaptação e validação de instrumento de avaliação dinâmica das habilidades motoras de fala

Autora: Marileda Barichello Gubiani – Tese de Doutorado. Fonte: repositório UFSM

Mais uma vez, considerando a escassez de instrumentos que se proponham a avaliar crianças com suspeita de AFI, nessa tese as autoras se propuseram adaptar para o português e buscar evidências de validade e fidedignidade para um instrumento de avaliação da AFI utilizado por fonoaudiólogos nos Estados Unidos. Além dos aspectos relacionados ao instrumento, o Fonoaudiólogo pode ter acesso a um importante referencial teórico relacionado às teorias de produção da fala, conhecimento indispensável para quem atua nessa área

6. Interventions for childhood apraxia of speech

Autores: Morgan AT, Murray E, Liégeous FJ – Cochrane Database Systematic Review, v. 30, n.5, 2018

Sabemos que a intervenção nos casos de AFI envolve princípios específicos que a diferencia da intervenção fonoaudiológica convencional. Nesse sentido, conhecer a eficácia de diferentes propostas de tratamento é fundamental. Esse foi justamente o objetivo desse artigo que apresenta um panorama interessante a respeito da intervenção nessa área, um assunto de extrema relevância, uma vez que somente uma intervenção especializada poderá propiciar à criança com AFI um melhor prognóstico.

7. PROMPT intervention for children with severe speech motor delay: a randomized control trial

Autores: Aravind K. Namasivayam, Anna Huynh, Francesca Granata, Vina Law e Pascal van Lieshout– Pediatric Research, 2020.

Esse artigo de 2020, publicado em uma revista científica de renome, traz achados importantes sobre a intervenção com o método PROMPT para crianças com AFI. Esse estudo se propôs a examinar o método, que é uma abordagem multidimensional indicada para os transtornos motores de fala, que abrange não apenas os aspectos físico-sensoriais do controle motor, mas também os aspectos cognitivo-linguísticos e sócio-emocionais. Não é apenas uma técnica de tratamento para ensinar os sons da fala. O estudo, por fim, traz evidências científicas importantes para o panorama mundial de intervenção na Apraxia de Fala na Infância.

8. Blog da TK

No blog da TK podemos ter acesso a uma grande variedade de textos, dicas e materiais a respeito das diferentes áreas da Fonoaudiologia e da saúde como um todo. E claro, não poderiam faltar textos sobre a AFI! Vale a pena conferir!

  • Descubra mais sobre os tratamentos da apraxia: Aborda os principais aspectos da intervenção de maneira clara e acessível. Pode ser utilizado na orientação aos pais, frisando a importância de um profissional especializado para garantir o sucesso do atendimento.
  • Mentiras e verdades sobre apraxia de fala na infância: Por ser um assunto ainda pouco explorado, principalmente no Brasil, é natural que muitas dúvidas possam surgir acerca do tema. Mais uma vez, além de se informar, o fonoaudiólogo pode usar esse material como apoio na orientação aos pais e na conscientização a respeito da AFI.
  • Conheça o método MultiGestos – Treino para Apraxia de fala: O método MultiGestos é brasileiro e direcionado para a intervenção para AFI. Tem como objetivo auxiliar tanto no desenvolvimento da fala, quanto no processo de alfabetização. Nesse texto, é possível conhecer um pouco mais sobre o método e suas vantagens na intervenção de crianças com esse perfil.

9. Canal Multigestos – Youtube

O método MultiGestos tem um canal no Youtube onde são disponibilizados, de forma gratuita, materiais que podem ser utilizados como mais uma ferramenta na intervenção. O uso de vídeos e imagens são fundamentais no tratamento de crianças com AFI uma vez que representam uma das opções de pistas a serem fornecidas. Utilizar um material estruturado e pautado em método como o MultiGestos faz toda diferença no tratamento!

10. Nossa vida com Alice – Youtube

Por fim, não poderíamos deixar de fora esse outro canal que, associado ao Método MultiGestos, também pode ser utilizado durante a intervenção. Nele, os gestos são associados a músicas que exploram diferentes conceitos e classes semânticas e que despertam o interesse da criança, tornando o atendimento mais lúdico! 

Gostaram? Então que tal conhecer nossos materiais gratuitos disponíveis aqui em nosso site? Acesse https://site.tk-ead.com.br/materiais-gratuitos/ e nos conte o que achou!

Me. Camilla Guarnieri

Coordenadora Científico-pedagógico da TECHKNOWLEDGE

Fonoaudióloga formada pela Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo. Mestre e Doutoranda em Fonoaudiologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru, com período sanduíche no exterior na university of South Florida (USF).

Deixe um comentário

Rolar para cima